Fenam e FMB solidarizam-se com profissionais da saúde e exigem segurança

Notícias20 de maio de 2020
Fenam e FMB solidarizam-se com profissionais da saúde e exigem segurança

A Federação Nacional dos Médicos (Fenam) e a Federação Médica Brasileira (FMB) solidarizam-se com os quase 32 mil médicos brasileiros e demais profissionais da saúde que contraíram a Covid-19 e outros quase 115 mil que estão com suspeita da doença.

As Entidades também lamentam cada vida perdida de trabalhadores da saúde que com coragem honraram a profissão na linha de frente na luta contra o Coronavírus. Hoje o Brasil apresenta a posição crítica do primeiro país do mundo em mortes de profissionais de saúde, superando Estados Unidos, Espanha e Itália juntas.

O alto contágio é reflexo do desrespeito com aqueles que que têm se dedicado nas unidades de saúde muitas vezes com a carga de trabalho redobrada e baixos salários. Em muitos locais faltam equipamentos de proteção individual, condições de trabalho e capacitação.

É urgente que as autoridades tomem medidas para garantir a segurança de médicos e demais profissionais que estão no combate ao Coronavírus.

A Fenam e a FMB lembram que os equipamentos de proteção individual, além de proteger os trabalhadores, são segurança para seus familiares e a sociedade, tendo em vista que eles podem se tornar agentes na transmissão da doença.

É inaceitável que aqueles que salvam vidas tenham as suas e de seus familiares colocadas em risco por omissão e negligência do estado.

Por mais segurança!

Por mais respeito e dignidade!

Posts Relacionados

Publique seu comentário