Justiça reverte decisão desfavorável ao SinMed/RJ

Notícias14 de julho de 2021
Justiça reverte decisão desfavorável ao SinMed/RJ

A 10ª Câmara Cível do Rio aceitou o recurso apresentado pelo Sindicato dos Médicos do Rio de Janeiro (SinMed/RJ) e seu ex-presidente, Jorge Darze, em ação de danos morais movida pelo prefeito Eduardo Paes. De beneficiário de uma indenização de R$ 20 mil, Paes se tornou devedor de custas judiciais no valor de R$ 1 mil.

Em caso que se arrasta há anos na Justiça, Paes cobrava danos morais após ser acusado pelo sindicato de prevaricação e assédio moral. O fato que originou a acusação foi uma cobrança de atendimento imediato ao filho do prefeito no Hospital Municipal Lourenço Jorge, em março de 2016.

Em primeira instância, o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro deu ganho de causa a Paes, que teria direito a uma indenização de R$ 20 mil. Em segunda instância, os desembargadores anularam a condenação. Paes terá de pagar as custas do processo.

Entenda o caso

Em 13 março de 2016, Eduardo Paes foi à emergência do hospital na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, em busca de atendimento para o filho de 11 anos, que havia se machucado durante um jogo com amigos.

Segundo relato de testemunha, insatisfeito com o atendimento, exaltado, o prefeito teria começado a gritar com uma médica, que sequer trabalhava na emergência. Teria afirmado que ia demiti-la, pois não estava falando como pai de um paciente, mas como patrão dela. A médica não trabalhava na emergência. Tinha parado ali para consultar uma informação no computador. Estava de passagem pelo local e teria apenas respondido a Paes quando foi questionada sobre a informação. Após o ocorrido, o SinMed/RJ ingressou na Justiça do Trabalho contra o prefeito.

Com informações de O Globo e Portal G1 Rio.

Related Posts

Post your Comment

Notícias Recentes

Fenam e IBDM articulam estratégias para acelerar aprovação do Piso Salarial dos Médicos
Presidente da Fenam participa de reunião de Conselho da AgSUS
Em busca de benefícios para associados, Fenam se reúne com UnyleyaMED
Manifestação da Fenam em defesa da dignidade médica