Forças Armadas nos Hospitais Federais

Notícias28 de janeiro de 2019

Ministério da Saúde colocará militares para cuidar da administração, em áreas de compras e contratos, de unidades do Rio Luciano Belford/Agência O Dia Servidores do HFB fizeram protestos contra a antiga direção O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, vai convocar as Forças Armadas para administrar os hospitais federais do Rio de Janeiro. O anúncio foi feito ontem, durante lançamento de ação do MS, que prevê uma análise profunda da situação de atendimento e gestão das unidades. Segundo o ministro, os militares emprestarão sua expertise em áreas como abastecimento, organização de estoques e reposição, sendo responsáveis pelas compras e contratos.“Vamos ter a participação da Marinha, Exército e Aeronáutica nas instituições, ocupando posições dentro da estrutura administrativa”, afirmou o secretário-executivo da Presidência da República, Floriano Peixoto. Segundo ele, “não é uma intervenção, estamos colaborando na racionalização do processo de compras e fluxos dos hospitais”, disse. O secretário de Atenção à Saúde do Ministério da Saúde, Francisco de Assis Figueiredo, continua, interinamente, como diretor do Hospital Federal de Bonsucesso (HFB). A ex-diretora Luana Camargo teve a exoneração publicada ontem, no Diário Oficial da União. A instituição é alvo de uma série de denúncias, entre elas a de preencher vagas de trabalho com indicações políticas. A própria Luana chegou à direção do HFB por indicação do deputado federal Wilson Bezerra (MDB). O presidente da Federação Nacional dos Médicos, Jorge Darze, disse que a crise nas unidades federais é resultado da intromissão indevida de parlamentares na gestão hospitalar e falta de pessoal, já que há mais de 20 anos não é realizado concurso público. o dia I Quinta-feira, 24.1.2019 RIO DE JANEIRO

Posts Relacionados

Publique seu comentário