Dia Nacional da Consciência Negra

20 de novembro de 2017

O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado no dia 20 de novembro. Desde o ano de 2003, o dia encontra-se inserido no calendário escolar e, a partir de 2011, por meio da lei nº 12.519, de 10 de novembro, o dia foi instituído no âmbito nacional e se tornou feriado em mais de mil cidades pelo Brasil. A data foi escolhida por ser a data em que Zumbi dos Palmares, o último líder do Quilombo dos Palmares, faleceu.

O Quilombo dos Palmares foi um refúgio para escravos fugitivos de engenhos das Capitanias de Pernambuco e da Bahia na época do Brasil colonial. Chegando a abrigar mais de 20 mil pessoas, o quilombo era localizado em uma região que hoje é o estado do Alagoas, na Serra da Barriga. Naquela época, a população negra era escravizada e obrigada a realizar serviços pesados, sofrendo maus tratos e castigos.

Com a aprovação da Lei Áurea, em 1888, a população negra enfim conquistou sua liberdade. Entretanto, não foram oferecidas oportunidades para que eles se integrassem na sociedade, de forma que o preconceito racial, a discriminação e as dificuldades no mercado de trabalho perduram até os dias de hoje.

O Dia da Consciência Negra serve para lembrar do sofrimento, das lutas e das conquistas do movimento negro, além de prestar homenagem aos que lutaram para garantir os direitos da população negra.

Atualmente, há um projeto de lei em tramitação para estabelecer o Dia Nacional da Consciência Negra como feriado nacional. O Projeto de Lei 296/15, do deputado Valmir Assunção (PT-BA), já foi aprovado na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania e segue para análise do Plenário da Câmara.

 Fonte: FENAM

Related Posts

0 0 votes
Article Rating
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Notícias Recentes

CARTA ABERTA AOS MÉDICOS DO PROGRAMA MÉDICOS PELO BRASIL
Em audiência pública, Fenam apela por agilidade na aprovação do novo Piso Salarial de médicos e dentistas
Vitória! Alteração do decreto n° 11.999 restaura a Comissão Nacional de Residência Médica
Novas faculdades: Fenam se manifesta sobre norma regulatória do MEC
0
Would love your thoughts, please comment.x