FENAM participa de sessão solene em comemoração ao Dia do Médico

20 de outubro de 2017

Neste 18 de outubro, Dia do Médico, o presidente da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Dr. Jorge Darze, participou de sessão solene em homenagem à data no plenário Ulysses Guimarães, na Câmara Federal, em Brasília (DF). O evento contou com a presença de parlamentares, federações, conselhos e sindicatos representantes da categoria.

A mesa foi presidida pelos deputados Izalci Lucas (PSDB/DF) e pelo Mandetta (DEM/MS). Darze e o secretário de Assuntos Jurídicos da FENAM, Dr. Marcos Gutemberg, foram convidados a compor a mesa. Izalci iniciou os discursos, falou sobre a importância da Medicina e lembrou que os profissionais lutam diariamente, mesmo com poucos recursos, para prestar um serviço de qualidade. “Estamos aqui para prestar esta homenagem a estes homens e mulheres que enfrentam todas as dificuldades para assistir toda a  população. Em todo o país enfrentam estrutura precária, superlotação e falta de medicamentos. Não fosse pelo esforço destes profissionais, a população não seria atendida”, lembrou.  

Para celebrar a data e colocar a Medicina na pauta de debates do Congresso Nacional, também foi lançada no evento a Frente Parlamentar da Medicina (FPMed), que tem como presidente o deputado Mandetta.

Em seu discurso, Darze falou sobre os desafios da profissão e a importância da FPMed. “A Frente se constitui um importante instrumento do enfrentamento dessa realidade que, eu acho que nós temos, como entidades médicas, a obrigação de apoiar esse projeto no sentido que ela possa se constituir a portadora da pauta dos médicos brasileiros no debate desta casa, porque esta é a casa das leis, é a casa de representação do povo brasileiro”, disse. O dirigente lembrou que as entidades médicas devem assumir esse apoio fundamental para que a Frente possa cumprir o papel legislativo de atuar na defesa da medicina. “Nós sabemos que, na medida em que ela atua na defesa da medicina, ela está atuando na defesa da cidadania brasileira”. 

Darze falou a importância de se lembrar o Dia. “Sou um defensor ferrenho de que é preciso comemorar essa data no sentido de reverenciar todos os médicos brasileiros, que apesar das diversidades e de todos os obstáculos para o exercício da profissão, continuam atuando. Sabemos que hoje menos de 1% dos médicos brasileiros abandonam a profissão. Isso é uma estatística que estimula o reconhecimento do compromisso desse profissional”. 

Ao final, Darze destacou ser essencial a união das entidades médicas. “Não é possível pensar, vislumbrar, na possibilidade de vitórias, no enfrentamento dessa crise se nós não estivermos unificados nos nossos propósitos. As entidades médicas precisam estar unidas em torno desse propósito e eu conclamo as entidades médicas, independente do seu perfil, da sua responsabilidade e representação, estarem unidas nesse propósito para que possamos reverter esse quadro danoso que interfere diretamente no interesse da população, no direito constitucional à saúde, mas que possa garantir a possibilidade da mudança dessa realidade que interfere que viola os princípios éticos do exercício da profissão médica” finalizou. 

O deputado Mandetta destacou os avanços com a criação da FPMed . “As questões que envolvem a Medicina brasileira como o crescimento desordenado dos cursos de Medicina pelo país, a criação da carreira federal de médico, os investimentos em saúde pública e todos os gargalos que envolvem a Medicina brasileira serão tratados de forma apropriada no Congresso Nacional com o lançamento da Frente”, afirma.

O parlamentar reiterou ainda que FPMed permitirá a atuação política de associações, sindicatos e os conselhos nacionais dos médicos para que possam ter um braço político no Congresso Nacional para fazer a defesa profissional e a construção de leis, projetos e audiências públicas que enalteçam a Medicina Brasileira.

 Mandetta terminou o discurso pedindo atenção especial aos governos, com melhores condições de trabalho.  “O desafio está na unidade. O nosso adversário não está vestido de jaleco branco do lado. O nosso adversário é o governo brasileiro que teima em fazer uma manipulação grosseira do conceito constitucional de que saúde é um direito de todos e um dever do Estado, e aí o Estado se exime e joga como dever dos médicos, sem condições de cumprir a máxima constitucional”, destacou. 

Veja as fotos do evento: https://www.flickr.com/photos/fenam/albums/72157687227486691 

 Veja as ações da FENAM para o Dia do Médico: 

Texto: http://www.fenam.org.br/site/noticias_exibir.php?noticia=1003

Vídeo homenagem: https://www.youtube.com/watch?v=vFqE88Bg61s 

Vídeo discurso: https://www.youtube.com/watch?v=PQqSDrBP5FQ 

 Mensagem do presidente: https://www.youtube.com/watch?v=aJB_qKhuXI8

Fonte: FENAM

Posts Relacionados

Publique seu comentário