Entidades discutem reunificação do movimento sindical médico

Notícias18 de dezembro de 2019
Entidades discutem reunificação do movimento sindical médico

Os desafios que se colocam à frente da comunidade médica brasileira não são pequenos nem poucos. Foi tendo isso em mente que o presidente e o secretário geral da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), Gutemberg Fialho e Carlos Fernando, participaram de novo encontro para discutir a reunificação do movimento sindical médico brasileiro, nesta quarta-feira (18), em Porto Alegre (RS).

A reunião teve a participação de representantes da Fenam, da Federação Médica Brasileira (FMB), do Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Sul (Simers) e do Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed-MG). “Foi uma reunião para definir as bases da reunificação, em defesa da saúde púbica, da medicina, dos médicos brasileiros e por melhor assistência à saúde da população”, afirma o presidente da Fenam, Dr. Gutemberg Fialho.

O movimento sindical médico se encontra atualmente dividido entre as federações e sindicatos independentes. A reunificação é condição para aumentar a força do movimento sindical. “Foi um encontro muito conciliador em que todas as partes se mostraram empenhadas em buscar um alinhamento, seja por fusão ou outro caminho que seguirá sendo discutido nos próximos meses”, avalia o secretário de Comunicação da FMB, Cyro Soncini.

“É um processo que iniciamos há pouco tempo e que considera os anseios e necessidades de toda a comunidade médica brasileira”, explica o secretário gral da Fenam, Carlos Fernando, ao relatar que uma junta formada por representantes das federações e dos sindicatos não filiados a entidades nacionais vão encaminhar o processo. Nova reunião já foi marcada para janeiro, em Brasília.

Posts Relacionados

Publique seu comentário