FENAM participa de assembleia especial do Instituto Brasil de Medicina

13 de dezembro de 2017
Nesta terça-feira (12), o presidente da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Dr. Jorge Darze, esteve presente na Magna Assembleia Geral Especial do Instituto Brasil de Medicina (IBDM), na Associação Médica de Brasília (AMBr). O objetivo do evento foi para expor as diretrizes do IBDM e que os representantes das entidades médicas pudessem se tornar membros associados e sócios fundadores da associação. 
 

Além disso, foi estipulado em conjunto sobre a contribuição social e o orçamento. De acordo com o coordenador do IBDM, Luiz Carlos Sobania, as entidades que desejam fazer parte da nova associação poderão fazer até o dia 31 de dezembro e nos meses de março e outubro de 2018 vão acontecer as reuniões. A FENAM já integra o rol de entidades fundadoras e do Conselho Administrativo da associação. 
 

Para o deputado Mandetta (DEM/MS), o IBDM irá apoiar a Frente Parlamentar da Medicina, na Câmara dos Deputados e será o canal para criação de leis em favor da medicina e dos médicos brasileiros. “O IBDM será a representação política com o Congresso, nossa linha é de conscientização e educação”, explicou o parlamentar.
 

Mandetta disse ainda que é importante que todas as entidades façam parte do Instituto para que assim possam unificar o movimento e ter resultados nas mudanças das leis e melhoria na saúde pública. “Ou a gente se organiza ou vamos ser mais responsabilizados pelos danos da saúde pública”, expôs. 
O presidente da FENAM, na ocasião, concordou com o discurso do deputado. “Nós não podemos mais ficar na visão voluntarista, temos que nos organizar e mudar a forma da luta, o instituto cumpre esse papel, que será uma etapa superior de organização dos médicos”, relatou Darze. 

 

IBDM

O Instituto Brasil de Medicina, fundado no dia 22 de novembro, é uma associação de direito privado, de âmbito nacional e sem fins lucrativos, com prazo de duração indeterminado, que se rege pelas leis brasileiras, por este Estatuto e pelo seu Regimento Interno. 
 

A associação tem os seguintes objetivos: receber as demandas e legítimos anseios da classe médica para a prática da Medicina com mais qualidade, modernidade e eficiência, que resulte em melhor atendimento, mais saúde aos pacientes e, consequentemente, à sociedade; levar estas demandas aos congressistas engajados na Frente Parlamentar da Medicina (FPMed) para que as transformem em leis.
 

Sendo administrado por um Conselho de Administração, através de um Coordenador, um Coordenador substituto, todos sem remuneração e um Secretário Executivo contratado que é o gestor do IBDM e interlocutor entre o Instituto e o Congresso Nacional.
 

Fonte: FENAM com informações do IBDM

Posts Relacionados

Publique seu comentário