FENAM comemora 60 anos do CFM

13 de dezembro de 2017
O presidente da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Dr. Jorge Darze, esteve presente na comemoração dos 60 anos do Conselho Federal de Medicina (CFM). O evento também homenageou aos médicos entregando as comendas pelos seus trabalhos e trajetórias de vida na medicina. 
 

Elas são dedicadas anualmente a personalidades e entidades médicas. Para escolher os cinco, o CFM apreciou 135 nomes indicados pelos Conselhos Regionais de Medicina (CRMs).  
 

As comendas foram criadas por meio da Resolução CFM nº 2.022/2013. De acordo com o CFM, os homenageados simbolizam a busca pelo desempenho ético na profissão, sem ignorar os compromissos com a sociedade e observando os parâmetros da excelência técnica. 
 

Deste ano, os escolhidos foram: Celmo Celeno Porto, de Goiás, que receberá a comenda Fernando Figueira, de Medicina e Ensino Médico; Gabriel Wolf Oselka, de São Paulo, agraciado com a Mário Rigatto, de Medicina e Humanidades; Iaperi Soares de Araújo, do Rio Grande do Norte, com a Moacyr Scliar, de Medicina, Literatura e Arte; José Almir Santana, de Sergipe, recebedor da honraria Zilda Arns Neumann, de Medicina e Responsabilidade Social; e Roberto Figueira Santos, da Bahia, ganhador da Sérgio Arouca, de Medicina e Saúde Pública.
 

Para o presidente da FENAM, as homenagens conferidas a esses médicos é o reconhecimento dos serviços prestados a medicina brasileira. Além disso, Darze considera que a criação dos Conselhos de Medicina representa um avanço importante para o registro dos médicos do país e a regulamentação do exercício profissional. “O código de ética do médico passou a representar um importante instrumento da luta dos médicos, assim como valorizar os bons profissionais”, declarou.  
 

Homenageados
 

Celmo Celeno Porto

Comenda Fernando Figueira, de Medicina e Ensino Médico 
 

Natural de Araguari (MG), o clínico e cardiologista Celmo Celeno Porto formou-se em 1958, aos 24 anos, pela Faculdade de Medicina da UFMG. Em 1966, foi nomeado professor da Universidade Federal de Goiás, onde só se aposentou compulsoriamente. Seus livros Exame Clínico e Semiologia Médica foram traduzidos para o espanhol e passaram da sétima edição.
 

Gabriel Wolf Oselka

Comenda Mário Rigatto, de Medicina e Humanidades 
 

Paulistano, Gabriel Oselka formou-se em medicina, em 1965, aos 25 anos, na Universidade de São Paulo, onde foi professor dos departamentos de Pediatria, Medicina Legal, Ética Medica, Medicina Social e do Trabalho. Presidiu o Cremesp e o CFM. Defensor dos programas de imunização, também participa da Comissão de Bioética do Hospital das Clínicas USP.
 

Iaperi Araújo

Comenda Moacyr Scliar, de Medicina, Literatura e Arte
 

Nascido na cidade sertaneja de São Vicente (RN) em 1945, o ginecologista e artista plástico Iaperi Araújo formou-se em medicina pela UFRN, mesma instituição onde foi professor e diretor da maternidade Januário Cicco. Realizou sua primeira exposição de arte popular em 1963, quando era estudante. Foi secretário municipal de cultura de Natal e publicou 72 livros.
 

José Almir Santana

Comenda Zilda Arns Neumann, de Medicina e Responsabilidade Social 
 

O sanitarista aracajuano José Almir Santana formou-se em 1981 pela Universidade Federal de Sergipe. Na década de 1980, foi o primeiro médico a atender pacientes com HIV no estado. Criou uma casa de apoio para portadores da doença e idealizou as primeiras campanhas regionalizadas de prevenção. Coordena, desde 1987, o programa estadual IST/Aids.
 

Roberto Figueira Santos

Comenda Sérgio Arouca, de Medicina e Saúde Pública
 

O clínico soteropolitano Roberto Santos formou-se em 1949, aos 23 anos, pela Universidade Federal da Bahia, instituição onde foi professor e reitor. Fez especialização em Harvard. Foi governador da Bahia, presidente do CNPq, ministro da Saúde, representante do Brasil na Organização Mundial de Saúde e deputado federal.
 

Fonte: FENAM com informações do CFM 

Related Posts

0 0 votes
Article Rating
guest

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Notícias Recentes

CARTA ABERTA AOS MÉDICOS DO PROGRAMA MÉDICOS PELO BRASIL
Em audiência pública, Fenam apela por agilidade na aprovação do novo Piso Salarial de médicos e dentistas
Vitória! Alteração do decreto n° 11.999 restaura a Comissão Nacional de Residência Médica
Novas faculdades: Fenam se manifesta sobre norma regulatória do MEC
0
Would love your thoughts, please comment.x