Falta concurso público para médicos na Bahia

Notícias12 de agosto de 2021
Falta concurso público para médicos na Bahia

A Bahia já está há 12 anos sem concurso público para médicos. No Ceará, com salários que variam entre R$ 13.200,00 e R$ 23.833,33, a depender da especialidade e da carga horária (24 horas e 40 horas), o governo publicou edital de concurso público para médicos, no dia 24/06/2021, com aproximadamente mil vagas, abrangendo mais de 70 especialidades.

A imediata pergunta que surge é: se o Governo do Ceará tem condição de abrir um concurso nessas bases, por que isso também não acontece na Bahia? E é impressionante como o nosso estado e sua capital, com suas dimensões e complexidades continuem a optar por contratações indiretas, utilizando-se de empresas privadas, que lucram com a intermediação da mão de obra dos médicos.

Sindicato cobra concurso público na Bahia

O Sindimed-BA vem cobrando insistentemente a realização de concursos públicos na Bahia. O recente edital do Ceará só vem confirmar que isso é mais uma questão de decisão política do que de capacidade financeira. Segundo números do IBGE, de 2018, o Produto Interno Bruto da Bahia (PIB) é quase o dobro do Ceará.

Enquanto o Ceará contabilizou PIB de quase R$ 156 milhões, a Bahia registrava mais de R$ 286 milhões. De lá pra cá os números cresceram, mas essa proporção não se alterou. O PIB atual do Ceará não está disponível no site do governo, mas o da Bahia está atualizado. A página da Seplan registra que “a economia baiana fechou 2020 com o PIB totalizando R$ 303,3 bilhões”.

A realização de concurso público não é algo que interessa apenas aos médicos. Trata-se de uma questão de saúde coletiva que vai refletir enormemente na qualidade do atendimento à população. É interesse de todos.

Fonte: Sindmed-BA

Related Posts

Post your Comment

Notícias Recentes

Fenam e IBDM articulam estratégias para acelerar aprovação do Piso Salarial dos Médicos
Presidente da Fenam participa de reunião de Conselho da AgSUS
Em busca de benefícios para associados, Fenam se reúne com UnyleyaMED
Manifestação da Fenam em defesa da dignidade médica