SINDIMED/SE denuncia leitos de UTI sem condições de uso em Estância

Notícias29 de março de 2021
SINDIMED/SE denuncia leitos de UTI sem condições de uso em Estância

 Na manhã do sábado, 27, os diretores do Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (SINDIMED/SE), Alfredo José Andrade Vieira e Brunno Silva Góes, foram ao Hospital Regional Amparo de Maria (HRAM), no município de Estância (SE), para uma vistoria das UTIs COVID.

Os diretores foram recebidos pelos enfermeiros responsáveis pelas UTIs Diego Antônio Barreto dos Santos (Enfermeiro UTI 01), Amanda Alves dos Santos (Enfermeira UTI 02), e pelo interventor do Hospital Paulo Roberto Daltro de Carvalho. Acompanharam a visita, remotamente, o procurador do trabalho Emerson Albuquerque Resende e os promotores de Justiça Cecília Nogueira Guimarães Barreto e Raymundo Napoleão e Ximenes Neto.

Dos 41 leitos de UTI COVID-19 ofertados pelo HRAM, observamos 12 leitos com falta de respiradores e/ou monitores multiparamétricos, essenciais para o funcionamento dos leitos. Apenas 28 pacientes estavam internados nas UTIs. Nas enfermarias, dos 20 leitos informados, quatro estavam sem condições de utilização. Nove pacientes estavam internados nas enfermarias.

O SINDIMED/SE espera que medidas urgentes sejam tomadas para correção das falhas encontradas e que a sociedade tenha todos os leitos em pleno funcionamento, tanto nas UTIs como na enfermaria.

Posts Relacionados

Publique seu comentário