FENAM reivindica a readmissão de médicas no Hospital de Clínicas de Teresópolis

7 de junho de 2018
O presidente da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), Dr. Jorge Darze, junto com o advogado da entidade, Carlos Hernani compareceram, nesta quinta-feira (7), em audiência na Justiça do Trabalho, em Teresópolis (RJ), contra a demissão das médicas Clarissa Rippel Guita e Silvia Araújo de Assis Mascarenhas Rezende do Hospital de Clínicas, sob gestão do Centro Universitário Serra dos Órgãos (Unifeso).


 

As médicas foram demitidas no dia 26 de setembro de 2017 e são delegadas eleitas em assembleia geral da FENAM, em Teresópolis. A entidade considera essa atitude como forma de retaliação contra a classe médica, porque a decisão veio depois de uma série de ações legais e constitucionais de reivindicações por melhores condições de trabalho na Unifeso. 


 

O presidente da FENAM disse que essas demissões são uma ameaça a todos os médicos e que o ato foi uma ação autoritária, já que elas estavam exercendo seus direitos de se manifestar.  A entidade toma ciência dessa situação preocupante e denuncia essa prática e, desde então, vem trabalhando constantemente para que as profissionais sejam reintegradas. 


Publique seu comentário