Dia Mundial sem Tabaco

30 de maio de 2018

O Dia Munidal sem Tabaco é celebrado anualmente todo dia 31 de maio. Estipulada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em 1987, a data tem a função de chamar atenção para a epidemia do tabaco e para os seus malefícios, incentivando a população mundial a passar um dia inteiro em abstinência da substância. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), o tabaco mata mais de sete milhões de pessoas por ano, das quais 900 mil são fumantes passivos, ou seja, apenas respiraram a fumaça do tabaco.

O tabaco é responsável por inúmeros problemas na saúde, como câncer de pulmão, câncer de garganta, dificuldades respiratórias e redução da expectativa de vida. O tabagismo influencia também no aumento da pressão arterial e na frequência cardíaca, além de causar inflamações e aumentar os riscos de trombose. Dessa forma, a OMS escolheu o tema “Tabaco e Doença Cardíaca” para a campanha de 2018, com o objetivo de conscientizar a população quanto à relação do tabaco com os problemas cardiovasculares.

Os que convivem diariamente com pessoas fumantes também devem se preocupar com os efeitos na saúde. Os fumantes passivos tem risco aumentado em 25% a 30% de desenvolver doenças cardíacas, segundo informações do Inca.

Além dos impactos na saúde cardiovascular, é importante destacar que o tabaco também causa dependência física, psicológica e comportamental, semelhante ao que acontece com outras drogas. Dessa forma, parar de fumar torna-se difícil para aqueles que se encontram no vício, mas não impossível.

Segundo o Inca, para parar de fumar, é recomendado que o fumante escolha uma data específica para começar. É importante que não haja cigarros por perto e que o dia seja dedicado a fazer algo agradável. Também é possível fazer uma parada gradual, com a diminuição no consumo dia após dia, mas essa graduação deve durar no máximo até duas semanas, seguindo então para a parada total.


Fonte: FENAM, com informações do Inca e da OMS

Posts Relacionados

Publique seu comentário