Número de médicos no Nestor Piva é insuficiente, diz Sindimed

1 de fevereiro de 2018

epresentantes do Sindicato dos Médicos do Estado de Sergipe (Sindimed) e o presidente da Federação Nacional dos Médicos (Fenam),  Jorge Darze, realizaram na tarde desta quarta-feira (31), uma visita surpresa ao Hospital Municipal Nestor Piva, na zona Norte da capital. Durante a inspeção, que também foi acompanhada por médicos que trabalham na unidade hospitalar, o grupo  constatou a carência de profissionais para atender a alta demanda de pacientes.

De acordo com doutor José Menezes, membro da diretoria do Sindimed e secretário de Relações  Trabalhistas da Fenam, um dos pontos levantados na visita foi a necessidade de contratação de um médico diarista, que ficaria responsável somente pelo acompanhamento dos pacientes internados e da observação. “Atualmente esse acompanhamento é feito pelo próprio médico que está atendendo no plantão, o que a gente quer é um profissional que acompanhe especificamente  aqueles pacientes que já passaram pelo primeiro atendimento e precisaram ficar internados ou em observação”, explicou.

Os médicos que trabalham no hospital também relataram as dificuldades em atender a crescente demanda de pacientes. Atualmente cinco clínicos trabalham no Nestor Piva no turno da manhã e seis na parte da tarde. Os profissionais pedem a contratação de pelos menos mais um clínico para o primeiro turno.

Outra questão levantada na visita foi com relação aos médicos que trabalham como RPA (Recibo de Pagamento Autônomo) e não possuem nenhum direito trabalhista. ” O sindicato não concorda com esse modelo de contratação porque ele não oferece garantia alguma ao profissional. A gente quer que a Secretária Municipal da Saúde substitua todos esses RPA´s pelos médicos aprovados no Processo Seletivo Simplificado, o PSS”, declarou José Menezes.

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS)  informou que o já deu início aos preparativos para a convocação dos profissionais aprovados no PSS e que eles devem começar a trabalhar a partir do próximo mês. Disse ainda o modelo de contratação por RPA foi herdado da gestão passada, e como a atual administração municipal não concorda com ele, todos esses profissionais, tanto dos Hospitais Municipais quanto das Unidades de Saúde da Família,  vão ser substituídos pelos aprovados no Processo Seletivo.

A SMS também reiterou que o canal de diálogo com a categoria dos médicos está sempre aberto e todas as demandas levadas até a secretária são sempre avaliadas pelos gestores.

Nesta quinta-feira, 1° de fevereiro, os representantes do Sindimed e o presidente da Fenam vão realizar a visita surpresa a uma Unidade de Saúde da Família. Em seguida a direção irá se reunir para documentar todas as questões levantadas nas visitas. Esse ofício será encaminhado para as secretarias Municipal e Estadual de Saúde, Ministério Público e demais órgãos fiscalizadores.

 Fonte: Rádio Fan

Posts Relacionados

Publique seu comentário