Caldeiras do HRT é foco de emissão de poluentes na atmosfera e de desperdício de água

16 de agosto de 2017

Política Distrital (PD) recebeu denúncia de excesso de emissão de poluentes na atmosfera e de desperdício de água na caldeira instalada no Hospital Regional de Taguatinga (HRT). As imagens foram captadas pelo fotógrafo da Assessoria de Comunicação do Sindicato dos Médicos do DF (SINDMÉDICO-DF), José Roberto da Câmara Belmont, que encaminhou ao PD vídeos e fotos que mostram a fumaça excessiva lançada na atmosfera pelo equipamento. O episódio foi registrado no dia 9 de agosto.

“Achei um absurdo a quantidade de fumaça expelida pela caldeira e a água desperdiçada”, disse ao lembrar que “o governo vive falando em racionamento de água e de repente nos deparamos com essa água toda sendo desperdiçada. Enquanto cidadão, não pude deixar de registrar isso.”, comentou.

PD acionou a Secretaria de Estado de Saúde do DF (SES-DF) para questionar os problemas ocasionados pelo uso da caldeira no HRT que, por meio da Assessoria de Comunicação, a pasta negou, categoricamente, tanto a emissão de poluentes na atmosfera, quanto o desperdício de água.

“A Secretaria de Saúde nega as denúncias de desperdício de água e excesso de emissão de poluentes ao meio ambiente decorrente da caldeira do Hospital Regional de Taguatinga (HRT). ”.

A SES-DF afirmou ainda que estuda possibilidades e alternativas para a substituição do uso das caldeiras nos hospitais do DF.

Confira imagens e o vídeo aqui: 

 

Related Posts

Post your Comment

Notícias Recentes

Um dia produtivo na sede da FENAM!
JUNTOS PELA NOSSA MEDICINA!!
Fenam marca presença no VIII Congresso Brasileiro de Humanidades Médicas
Reportagem completa sobre o Programa Mais Médicos.