Médicos da Santa Casa de Campo Grande voltam ao trabalho, mas em alerta de greve

16 de junho de 2017

Médicos da Santa Casa de Campo Grande decidem voltar ao trabalho
 
Em assembleia realizada na noite de quarta-feira (14), os médicos da Santa Casa de Campo Grande decidiram voltar ao trabalho. Eles tinham paralisado por um dia por conta de atraso nos salários. Segundo o sindicato da categoria, ainda existe o estado de greve no hospital. Isso significa que uma nova paralisação pode acontecer a qualquer momento.


A assembleia com a presença de cerca de 70 médicos recusou a proposta da Santa Casa de alterar a data de pagamento do quinto dia útil do mês para o dia 20. Como parte dos profissionais já recebeu o salário de maio, eles decidiram também voltar ao trabalho e manter a negociação com o hospital.


“No mês seguinte haverá novo pagamento, com ou sem atraso. Se sem atraso, não há porque ter greve. Se com atraso a greve pode ser comunicada de imediato e nova negociação com a instituição” explica o presidente do Sindicato dos Médicos Flávio Barbosa.


A decisão vai ser publicada na sexta-feira (16), para oficializar a decisão. Na segunda-feira (19), deve acontecer um novo encontro entre a direção da Santa Casa e os representantes dos médicos, Ministério Público do Trabalho e Justiça do Trabalho.


O superintendente da Santa Casa disse na terça-feira (13), que a instituição opera com um déficit de R$ 5,5 milhões por mês e que precisa de pelo menos oito meses para reequilibrar as finanças. Para o Sindicato dos Médicos, a diretoria do hospital precisa ser mais transparente com os números para facilitar um acordo. Além disso, os médicos também querem fazer parte da gestão.

Posts Relacionados

Publique seu comentário